E-mail:
Senha:
Nome:


E-mail:





Vazio

 Notícias

Nota de pesar - Mauro de Almeida

A diretoria do SindMusi externa aqui o seu profundo pesar pelo falecimento do presidente da Ordem do Músicos do Brasil (OMB), Mauro Almeida (foto) - seção Rio de Janeiro, ocorrido neste sábado (25). Considerado um dos principais produtores do país, trabalhou com alguns dos mais importantes músicos e artistas da área musical, tendo participação direta na venda de mais de 70 milhões de discos. Mauro faleceu em decorrência de complicações intestinais.

Um pouco mais de Mauro de Almeida no Dicionário Cravo Albim da Música Popular Brasileira:

“Iniciou na música aos 15 anos de idade, em plena efervescência da Jovem Guarda, tocando guitarra em bailes na cidade do Rio de Janeiro. Pelas mãos do compositor e produtor Jairo Pires ingressou, já como produtor, no selo Lança, em 1985. Começou a atuar ao lado de nomes como Tim Maia, Ednardo e Amelinha. Passou a atuar também no selo Fantasia, criado pela Polygram para produzir artistas do chamado “estilo popular”.

Em 1987, já na Continental, passou a produzir nomes como Reinaldo, o Príncipe do Pagode, Renato e Seus Blue Caps, Antônio Carlos e Jocafi, Miúcha, Genival Lacerda, Alcimar Monteiro, Amelinha e Mussum. Em seguida, transferiu-se para São Paulo, como Gerente Artístico, e passou a viajar pelo Brasil passando a conhecer variados segmentos musicais. Ao longo de 12 anos na Continental obteve mais de uma centena de sucessos nacionais, além de dezenas de sucessos regionais”.

compartilhe:

 

Voltar